Não esqueça dos seus Sonhos


       O artigo abaixo escrevi em 2008 e vivia um momento importante de escolhas  pessoais e profissional. Foi quando decidi retornar a São Paulo. O meu ciclo no Centro Oeste tinha  encerrado. Ouvir os relatos abaixo me ajudou a entender como podemos nos posicionar frente aos nossos desafios da vida. Boa Leitura!

            Há 50 anos, no lixão de Aquidauana-MS, encontrava-se catando ferro velho e tampa de panela uma sucateira de nove anos. Seu pai pouco frequentava a casa, sua mãe, uma dependente de calmantes, vivia prostrada em uma cama. A menina já estava marcada pela vida. Havia sofrido um abuso sexual dentro de um estabelecimento comercial e tinha decido viver pela rebeldia.

            Ainda jovem tomara a decisão de progredir na vida vendendo seu corpo como uma forma de agredir todos aqueles que um dia tinham dela abusado. Seu corpo era tomado por vermes, fruto de anos vivendo no lixão no meio de papel higiênico com fezes humanas. Tinha dores de cabeça absurdas, dores no corpo que mal podia sustentar.

            O seu nome Tânia, ou melhor, Dra. Tânia, melhor ainda, Excelentíssima Dra. Tânia, Juíza Federal na cidade do Rio de Janeiro, casada, com filhos e netos. Como pode uma Juíza ser a menina que catava lixo em Aquidauana? Como conseguiu romper o destino que estava reservado para sua vida?

            Imagino que se um Anjo de Deus fosse visitar a menina Tânia no lixão, há 51 anos atrás, e dissesse a ela que o futuro que estava reservado para sua vida era ser uma Juíza de Direito no Rio de Janeiro ele seria expulso a pauladas de ferro, imediatamente.

            A história que acima relato ouvi da Dra. Tânia no mês de fevereiro de 2008. Parece algo inventado pelos dramaturgos de telenovela das emissoras de televisão. Trata-se de uma história real entre muitas que conhecemos neste mundo.

            A primeira reflexão que faço é a de que não há limites para ninguém neste mundo. A sua história de vida não é pior e nem melhor do que a história da Dra. Tânia. A definição do que queremos fazer da nossa vida é a nossa grande decisão.

            O momento da escolha que todos nós temos é o que vale para uma vida. A Dra. Tânia, na sua trajetória, conheceu um rapaz que não se interessou pelo seu serviço, mas pelo ser humano e lhe deu o que tinha de mais precioso: a sua crença na vida.

“Ouro e nem prata eu tenho, mas o que tenho te dou....”

            Ela hoje está com sessenta anos e seu marido, ali presente, era testemunha viva daquela transformação da menina do lixão de Aquidauana para Juíza do Trabalho no Rio de Janeiro.

            A menina Tânia conseguiu ver o que para muitos era impossível, soube sonhar e lutar pelo seu sonho. Mudou-se para o Rio de Janeiro, casada, prestou concurso para ser funcionária do Banco Central do Brasil, tornou-se funcionária pública. Prestou vestibular e passou na melhor faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Formou-se e motivada por um juiz fez um novo concurso e passou em primeiro lugar para exercer a sua profissão, hoje aposentada. Que trajetória!

            Hoje, ela confessa sua fé a todos dizendo que é possível transformar água em vinho. Mostra que aquilo que acredita é realidade de vida.

            Na semana passada, ouvi outra história de um filho de estivador de porto do Rio de Janeiro, negro, sem recursos que um dia seu pai lhe perguntou: - O que você quer ser quando crescer? Ele respondeu: - Médico. A resposta de seu pai poderia ser: - Você está louco! Veja a nossa vida! Coloque o pé no chão. Entretanto, seu pai então disse: - É difícil, mas não é impossível!

            Este homem é médico conceituado em sua cidade, ajuda vidas com sua vivência pessoal e exerce um sacerdócio na medicina. A sua trajetória não foi fácil. Chegou a trabalhar durante a madrugada na compensação do Banco do Brasil e estudar durante o dia, necessitando de 11 conduções por dia, incluindo a balsa Rio-Niterói.

            A mídia hoje valoriza o ganho fácil, a truculência, o carro blindado, ao invés de mostrar que podemos tudo se soubermos sonhar e realizar sonhos. As drogas consomem nossa juventude que não aprendeu a sonhar e só a consumir.

            Uns nascem em berço de ouro, outros em manjedouras e, seja em qualquer condição, decidimos se iremos viver como Reis ou Escravos.

            O que estamos fazendo de nossas vidas? Quais os valores que estamos acumulando? Quais as oportunidades que estamos nos dando?

            Adam Smith na sua teoria coloca o ser humano como um individualista puro e que a soma deste individualismo gera um bem coletivo. Hoje, os EUA vivem uma crise devido a bolha imobiliária. O interesse de poucos gerou a crise para muitos, prejuízos, perdas, bancos à beira da falência. Em compensação o custo dos imóveis está caindo verticalmente possibilitando a entrada de uma faixa excluída do sistema a adquirir sua casa própria.

            A crise de 1929 mostrou que a reconstrução do mercado americano possibilitou criar bases sólidas de crescimento e renda, com serviços públicos justos e tributos adequados. A solidariedade humana quando convocada transforma nações.

            No caso da Dra Tânia a solidariedade e crença de um homem transformaram uma vida.

            Tenho a certeza que naquele lixão de Aquidauana muitas Tânias passaram por lá e não conseguiram mudar os seus destinos. Nosso papel como ser humano é fazer esta diferença. Não creio que seja necessário passar pelo lixão para entender o significado da vida humana. Cada um de nós pode mudar o destino de muitas vidas. Vivemos em uma sociedade voltada ao consumo e ao culto da miséria que só gera miséria.

            Estudei Administração e me formei durante o período da pior crise econômica deste país, a década de 80. Convivi com o maior calote da história brasileira. Este período era marcado pela especulação monetária. A desvalorização monetária era a grande aposta. O grande ganho era a miséria que se instalava de forma institucional. A miséria moral, educacional, religiosa, política e econômica.

            Estamos tendo a chance de mudar e mudar para melhor. O exemplo da Dra Tânia vem solidificar o meu sonho de criança de fazer deste nosso país um lugar melhor para todos nós vivermos.

        

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os problemas da pesquisa por quota

Tempestade Perfeita

NUNCA ABRA MÃO DOS SEUS VALORES PESSOAIS