Hospital do Câncer de Campo Grande pede Socorro

Assistindo o Bom Dia de sexta-feira dia 22 de março de 2013 percebi que infelizmente o linchamento moral permanece a todo vapor deixando de ser regional tornando-se nacional.
Veja que o maior hospital filantrópico a Beneficência Portuguesa fala sobre verbas do SUS na matéria publicada no dia 24 de março de 2012 (Matéria Jovem Pan). Os estados são obrigados equilibrar o orçamento do SUS com aporte de Norte a SUL do país. Nenhum hospital privado ou filantrópico sobrevive com a tabela do SUS no setor oncológico. Remunerar os profissionais acima da tabela é ilegal? Porque então a Beneficência Portuguesa em SP não afastou os seus médicos? Na matéria eles que recebem complemento do estado para manter o equilíbrio financeiro. Qual o verdadeiro interesse por traz deste linchamento moral? Defesa das verbas publicas? Com certeza a população vai perder muito no caso do Hospital do Câncer de Campo Grande. Os hospitais filantrópicos irão prestar os serviços separados para os menos favorecidos para atender a verba do SUS, este é o premio que a população merece? Enquanto isso encontro a classe política sendo tratada nos melhores hospitais do país pago com o recursos publico do congresso. Porque não vão aos hospitais públicos? O que me chama atenção é que diferentemente das notícias cotidiana o hospital do câncer presta um serviço de excelência. Talvez isso tenha incomodado alguns setores e a população não mereça tal qualidade? Estão jogando no lixo algo que funcionava na região. Muito triste.

Não faço apologia a ilegalidade, mas se existe ilegalidade somente depois de julgado pela corte teremos a certeza. Por enquanto a policia, que considero seria e competente, achou necessário mobilizar seu efetivo para apreender documentos que serão analisados para provar um indício de desvio de recurso. Depois juízes irão julgar, mas infelizmente o paciente com câncer na região já teve sua sentença condenatória de perder um serviço que fazia diferença no estado. Somente nós que tivemos a infelicidade de lidar com esta doença maldita, sem os recursos do congresso para pagar o Einstein e Sírio sabemos da importância de centros de oncologia com equipamentos de qualidade a serviço da população.
 
Lamento pelo show pirotécnico e pelo tsunami midiático que só traz incertezas aos doentes de câncer do estado do Mato Grosso do Sul.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os problemas da pesquisa por quota

Tempestade Perfeita

NUNCA ABRA MÃO DOS SEUS VALORES PESSOAIS